quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

A Tirania da Inteligência _ Derrotando a Soberania da Razão

-
A moralidade e o direito nasceram,
Quando o homem deixou de viver
Pela alma do Universo.
Com a tirania do intelecto
Começou a grande insinceridade;
Quando se perdeu a noção da alma,
Foi decretada a autoridade paterna
E a obediência dos filhos.
Quando morreu a consciência do povo,
Falou-se em autoridade do governo
E lealdade dos cidadãos.

Explicação: A tirania do ego intelectual sobre o Eu Racional é a raiz do caos e da infelicidade da humanidade. O  ego intelectual, sendo unilateral, causa desequilíbrio na vida humana, ao passo que o Eu Racional (espiritual), sendo onilateral, cria perfeita harmonia na vida.

A evolução do homem começa nos sentidos, passa pela inteligência e culmina na razão, no Logos, - ou, segundo Teilhard de Chardin, a trajetória evolutiva do homem vai da hilosfera (material) pela biosfera (vital) e noosfera (intelectual) e culminará, um dia, na logosfera (racional) estágio representado, no planeta Terra, pelo Cristo, que, no quarto Evangelho é chamado o Logos (Razão).

O direito, sinônimo de egoísmo, criado pela inteligência, é, segundo um jurista romano, o maior inimigo da justiça, homônimo de Verdade e Amor.

Summum ius – summa iniuria.

A humanidade não atingiu ainda o zênite da sua evolução, porque é ainda dominado pelo ego do Anti-Cristo, e não pelo Eu do Cristo.

“Por Moises foi dada a lei (direito do ego) – pelo Cristo veio a Verdade, veio a Graça ( justiça do Eu).

Lao-Tse usa os termos “alma” e “consciência”  para designar a Razão ou o Espírito do Eu central.
-
Lao-Tse_Tao Te King

Nenhum comentário:

Postar um comentário