quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Desinteresse, Caminho da Prosperidade

-
Eternos são o céu e a terra,
Porque não são auto-existentes,
Porque radicam em algo
Além deles mesmos.
Esta é a razão da sua eternidade.
Assim é o sábio,
Quando não é ego-vivente,
Quando não se interessa por si mesmo.
É por isso que se realiza.
Não cuida do seu ego,
E por isto o seu Eu prospera.
É esta a reta ordem cósmica:
Somente o desinteressado se auto-realiza.

Explicação: Assim como no Universo sideral o Verso da existência não nasce do Verso, mas do Uno da essência, assim também no Universo hominal o ego não se pode perpetuar ou imortalizar pelo próprio ego, mas somente pelo Eu. Quem procura perpetuar-se pelo ego se destrói, mas quem integra o ego no Eu, esse imortaliza o Eu, e, sendo o Eu o Todo, imortaliza também a parte, que é o ego.

Esta verdade da filosofia de Lao-Tse está claramente expressa no Evangelho do Cristo: “Quem quiser salvar a sua vida [ego] perdê-la-á, mas quem perder a sua vida [ego] por amor a mim [Eu] este a salvará.”

Matematicamente, poderíamos ilustrar esta verdade do modo seguinte:  Quem quiser salvar o 10, mas sacrificar o 100, perderá o 100 e o 10; mas quem não se interessa por salvar o 10, salvando somente o 100, salvará tanto o 100 como o 10.

O Tao do Universo é de uma lógica absoluta de pura matemática. Por isto escreveu Einstein: “O principio crEador reside na matemática”.   

Esta filosofia – seja de Lao-Tse, seja do Cisto, seja de Einstein – é genuína Filosofia Univérsica.

-
Lao-Tse_Tao Te King

Nenhum comentário:

Postar um comentário