quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Gênesis_Uma Interpretação Rosacruz.


1_ No começo Deus concebeu a criação do universo e o pensamento dirigiu as vibrações do espírito por todo o espaço, que estava vazio.

2_ E o Espírito penetrou naquilo que era sem Espírito e deu-lhe vida. E aquilo que foi vivificado não tinha forma, não tinha definição, e estava em trevas absolutas, e a umidade surgiu em todo o espaço, que também foi vivificado pelo Espírito.

3_ E Deus ordenou que toda a matéria fosse consciente de sua existência e conhecesse o Espírito pelo qual se tornou manifesta. E foi criada a Consciência Cósmica, que era a Grande Luz do mundo.

4_ E a Luz era o Bem; pois dispersou as trevas e revelou as manifestações de Deus. E o que não foi iluminado pela Grande Luz estava m trevas e era o mal; e o Bem e o mal foram separados.

5_ E Deus chamou Dia à Consciência Cósmica, e as trevas foram chamadas de Noite, pois eram ignorantes e não tinham consciência. E assim se completou o Primeiro Ciclo de Evolução.

6_ E Deus decretou que o Espírito efetuasse a divisão dos Quatro Elementos.

7_ E o espírito dividiu todas as coisas em seus elementos apropriados e as colocou nos Reinos Material e Espiritual. O Espírito uniu-se às Células que as vibrações fizeram surgir, e os quatro elementos, Fogo, Ar, Terra e Água, tornaram-se manifestos.

8_ A Consciência Cósmica deu ao ar o nome de “NOUS” e ele se tornou o Elemento Espiritual que constitui o Reino Espiritual. E assim se completou o Segundo Ciclo de Evolução.

9_ E o Espírito uniu-se aos elementos Fogo e Água, e do vapor que daí se formou surgiram os minerais.

10_ E a Consciência Cósmica deu o nome de Terra aos minerais e a umidade foi chamada de Água; e foram separados um do outro.

11_ E Deus vivificou a Terra com Espírito para que ela pudesse fazer surgir o que lhe correspondesse, conforme suas Células.

12_ Então a Terra fez surgir a grama, as ervas e as árvores, produzindo segundo sua própria espécie, porque as Células nelas estavam e foram tocadas pelo Espírito.

13_ E assim se completou o Terceiro Ciclo de Evolução.

14_ Em seguida, Deus ordenou que o Espírito tivesse Símbolos através dos quais pudesse se manifestar a todas as coisas criadas, e enviar suas vibrações; e aqueles seriam por Signos e Estações, através dos quais o tempo e a vida poderiam ser medidos.

15_ E eles deveriam emitir Luz e Vida de sua espécie.

16_ E foi criado um Grande Símbolo para aparecer no Dia e dispersar as trevas;era o Símbolo do Espírito e era o Bem. Do mesmo modo foi criado um Símbolo Menor para aparecer na Noite; era o Símbolo da Consciência Cósmica, refletindo a glória do Espírito. Daí em diante foram criados outros Símbolos para representar as forças criativas e os atributos do Espírito.

17_ E Deus ordenou que tudo isso permanecesse no Reino Espiritual.

18_ E do Reino Espiritual eles revelariam o Dia e a noite, a Luz e as trevas, o Bem e o mal.

19_ Assim se completou o Quarto Ciclo de Evolução.

20_ O Espírito tocou e vivificou as células que estavam nas águas para que se reproduzissem abundantemente conforme sua espécie; do mesmo modo foram vivificadas as células no ar para que produzissem criaturas conforme sua espécie.

21_ E assim foram criadas as grandes e as pequenas criaturas das águas, e as aves do céu.

22_ E a Consciência Cósmica as dotou de Instinto e foi-lhes ordenado que se multiplicassem com o toque do Espírito.

23_ E assim se completou o Quinto Ciclo de Evolução.

24_ E o Espírito fez surgir Sobre a terra vida em várias formas, segundo as células que dentro delas existiam.

25_ E surgiram feras e rebanhos, e os que rastejam sobre a face da terra.

26_ E Deus concebeu uma expressão física da Consciência Cósmica na face da Terra, para ser uma contraparte da expressão no Reino Espiritual.

27_ E o Espírito criou o Homem segundo a Imagem Cósmica de Deus a partir das células animais na terra; positivas e negativas, masculinas e femininas, eram as criações da Expressão Cósmica.

28_ E Deus abençoou a obra do Espírito, e disse ao Homem:”Com o Espírito em ti, deves desenvolver as células da terra que estão em ti e te multiplicares e te reproduzires segundo tua própria espécie, a fim de povoares a terra e te tornares mestre de tudo o que é da terra, do ar, do fogo e da água.”

29_ E a Consciência Cósmica no homem sabia que sobre a face da terra e no ar acima dela estavam os elementos nos quais o corpo do homem podia crescer e com os quais o Espírito no homem devia se manifestar e ser sustentado na expressão física.

30_ E do mesmo modo, a cada animal da terra, a cada ave do céu e a cada criatura das águas foram dados Elementos para a Vida.

31_ E a mente de Deus estava ciente de tudo o que fora criado; e isto era Bom. Assim se completou o Sexto Ciclo de Evolução.

32_ Desse modo foi criado tudo o que é. Na mente de Deus todas as coisas foram concebidas; e a concepção dirigiu as vibrações do Espírito para que ele criasse, e assim foi.

33_ E no Sétimo Ciclo a mente de Deus glorificou-se em sagrada comunhão com tudo o que fora criado; e o Espírito habitou em paz e harmonia, sua vibrações em perfeita harmonização com as vibrações de toda a matéria. E deus santificou o Sétimo Ciclo como o Ciclo da Perfeição, da Totalidade e da Harmonia.

_
Notas:

* Esta é uma interpretação da Criação do Mundo da história Bíblica, sob um ponto de vista rosacruz. Entretanto, não seria dessa forma que o rosacruz escreveria a história da criação conforme sua própria compreensão da mesma.

Portanto, está é uma tentativa de traduzir a história bíblica para as doutrinas e ensinamentos rosacruzes, e de jogar luz sobre os pontos de semelhança entre ambas.

Como leitura correlata, o Primeiro Capítulo do Evangelho Segundo São João lança uma luz considerável sobre os quatro primeiros versos deste artigo.

_
Texto de H.Spencer Lewis – Artigo Publicado no “The American Rosae Crucis”, fevereiro de 1916.

Nenhum comentário:

Postar um comentário