terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

CONSCIENTIZAÇÃO_ Nova Era no Mundo.


O ANSEIO DE UMA NOVA ERA NO MUNDO.
É psicologicamente natural e forçoso que um momento de mal-estar suscite o desejo de um momento futuro que traga bem-estar. Isto é particularmente verdadeiro quanto ao forte anseio que a maioria dos seres humanos sente por uma “nova era no mundo”, sem guerras, assaltos, seqüestros, crises econômicas, corrupção, maldade de qualquer espécie, etc.

Mas de que depende essa nova era?

Numa abordagem imediata, de medidas que venham corrigir distorções ou aberrações sociais, como a pobreza e a competição comercial gananciosa; também do desenvolvimento de um sistema de produção agrícola e industrial cada vez mais avançado e bem regulado e da aplicação rigorosa de uma justiça bem elaborada e eficaz.

Mesmo sem uma análise completa e minuciosa desse tipo de solução, percebe-se que ele atua sobre o “comportamento” do ser humano e é, portanto, superficial, trabalhando precipuamente a fase objetiva de sua estrutura psíquica com reflexos infrutíferos ou negativos nas fases mais profundas dessa estrutura e dependendo de mecanismos de disciplinação externa. Isto confere a esse tipo de solução um caráter precário, aflitivo e muito custoso no dispêndio de energia e recursos. Sua aplicação parece mesmo, em muitos casos, realimentar as causas imediatas dos problemas, deixando intocada sua causa fundamental. Segue-se que aquelas medidas se mantêm permanentemente necessárias, o que determina seu caráter precário e impede que a solução seja definitiva e, por conseguinte, ideal. A história de sua aplicação parece comprovar tudo isso. Seja como for, esse tipo de solução, embora necessário “fonte de mieux”, intrisicamente não tem condição de produzir um “status” humano definitivamente feliz, pacifico, e profundamente evolutivo.

A SOLUÇÃO IDEAL_
A solução ideal – independentemente de qualquer consideração de tempo ou prazo – é necessariamente função de uma “filosofia mística” como base de uma “psicologia mística” através da qual seja catalisada a evolução natural do ser humano nas fases mais profundas de sua estrutura psíquica. Só assim poderemos deixar de ser forçados a atuar sobre o “comportamento” do ser humano – gerador ele próprio da maior parte dos problemas que o afliegm – um verdadeiro e persistente círculo vicioso. Alcançando aquela evolução um nível suficientemente elevado, as “motivações” do ser humano serão intrinsecamente boas – construtivas, positivas, justas e até amorosas – e produzirão impulsos de comportamento correspondentemente bons. Só assim será possível quebrar aquele circulo vicioso [problemas-medidas-problemas] porque, deixando de existirem os problemas causados pelo comportamento egoístico, tornar-se-ão desnecessárias as medidas corretivas e coercitivas.

PAPEL DO MISTICISMO
Não vejo papel ou função mais importante para o “misticismo” do que despertar nas pessoas a “consciência místicas” de que decorra naturalmente a filosofia mística que possa servi de base à psicologia mística, através da qual se possa conseguir a catálise de evolução aqui preconizada. O misticismo cujo objetivo seja precipuamente o de desenvolver-se no uso de faculdades psíquicas superiores para fins de projeção, premonição, recordação de vidas passadas, poder em suas relações com outras pessoas, com forças e coisas, etc..., é nisso muito pobre por mais egocentricamente deleitoso, fascinante e apaixonante que seja e não pode ser a base daquele ideal de vida melhor da sociedade humana.

A CONSCIÊNCIA MÍSTICA NA NOVA ERA
A Nova Era que a maioria de nós almeja, então, não virá por si mesma, por ação unilateral de algum poder cósmico, nem pela genialidade de algum ser humano que consiga conceber e implementar um plano perfeito de comportamento humano dirigido e controlado de fora dos indivíduos. Mas há de vir de uma humanidade composta de indivíduos psicologicamente despertos para a consciência mística de que “são ‘do’ e ‘no’ Ser Cósmico” que é fonte, sede e essência de TUDO, em mesmicidade essencial com tudo e em cósmica “fraternidade” para com seus semelhantes. Tais indivíduos da Nova Era serão, em consonância com o misticismo rosacruz, guiados pela Luz do Cósmico, que os fará motivados pelo Amor do Cósmico para uma vida que reflita no Cósmico a glória de Deus!

O VALOR MAIOR DO MISTICISMO
E isso não acontecerá de maneira fantástica e para fins fantásticos, mas de maneira pura e simples, para fins puros e simples, no maior dos quais assenta o maior valor do misticismo: a relação “amorosa” entre os seres humanos.

“E aqueles que considerem isto um devaneio romântico e utópico estarão condenando a humanidade a correr eternamente numa esteira sem fim, sem sair do lugar.”

A IDÉIA CENTRAL DO MISTICISMO
Acontece, porém, que o “comportamento” é a etapa final de um processo que começa pela “idéia e passa pela atitude”. Em outras palavras, primeiro é preciso alcançar a reta idéia, o pensamento e o sentimento naturalmente decorrentes da percepção própria da consciência mística. Trata-se do pensamento e sentimento de ser no “Ser Cósmico”, de ser em Deus, em comum com todos os seres e todas as coisas. Ou seja, a idéia como fato vivencial de percepção mística e não como mero jogo intelectual de lógica, leva automaticamente à atitude mística, que leva automaticamente ao comportamento místico.

Foi no intuito de cultivar essa idéia transformadora da estrutura psíquica do ser humano em suas fases mais profundas que consideramos a contemplação, reflexão, e meditação da concepção do ser no Ser, extremamente relevantes. Essa idéia pode ser intelectualmente compreendida, mas não tem então “força transformadora”. Psicologicamente, é preciso que ela resulte de contemplação, reflexão e meditação místicas, para que tenha a força necessária a levar automaticamente à atitude e ao comportamento correspondentes.

PUREZA E PODER DO SER HUMANO DA NOVA ERA
Na medida em que ocorra essa iluminação da consciência do ser no Ser, e somente nessa medida, é que poderá o comportamento humano ser amoroso porque reflita uma atitude amorosa que reflita uma idéia amorosa numa natureza amorosa. Abaixo dessa medida, em vão ansiaremos por uma Nova Era no Mundo, sem guerras, assaltos, seqüestros...

Quem faz as guerras?
Quem assalta?
Quem seqüestra?
Quem tem e causa crises econômicas?
Quem se corrompe?
Quem pratica maldade de qualquer espécie?

A Nova Era no Mundo, porque ansiamos, só poderá vir da pureza com que deixemos irradiarem-se em nós se espargirem no mundo a Luz, Vida e o Amor do Deus vivo no âmago do nosso Ser. Há poder nessa pureza! Para o bem!

Que maior valor poderá ter o misticismo?
E será digno do nome o misticismo que não tenha nisso o seu maior valor?

Nada é mais importante do que evoluirmos para um ‘estado’ de ser em que nos amemos como Irmãos Cósmicos, filhos todos do mesmo e único Deus. Nada!
_
[Texto de Zanelli Ramos ‘com adaptações’]

Nenhum comentário:

Postar um comentário